Resumo do Plenário da Alepe: Reivindicações de profissionais de enfermagem recebem apoio em reunião

15/05/2019 - Postado por Eugênio Menezes 10

Profissionais da área de enfermagem lotaram as galerias do Plenário da Assembleia Legislativa, durante a reunião realizada nessa terça. A categoria entregou para os deputados a pauta de reivindicações, que inclui a fixação da jornada de trabalho em 30 horas semanais, a criação de um piso salarial, o reajuste dos salários, além de melhorias nas condições de trabalho. O primeiro a falar em nome dos enfermeiros foi o deputado William Brigido, do PRB. “Todos conhecem as características do trabalho da enfermagem: convívio com a dor, o sofrimento e doenças, turnos ininterruptos – sábados, domingos e feriados – aliados às más condições de trabalho, muita responsabilidade e pouca valorização.”

 

Outros deputados também apoiaram a causa. Clarissa Tércio, do PSC, disse que a situação dos enfermeiros é desumana, assim como a precariedade dos hospitais. A deputada Delegada Gleide Ângelo, do PSB, lembrou que a maioria dos profissionais de enfermagem é mulher e pediu atenção para a categoria. Teresa Leitão, do PT, afirmou que os enfermeiros necessitam de normas específicas. Joel da Harpa, do PP, pediu a abertura de um canal de negociação. João Paulo, do PCdoB, afirmou que o atual governo de Jair Bolsonaro tem causado prejuízos desastrosos para a classe trabalhadora. Dulcicleide Amorim, do PT, Antonio Fernando, do PSC, José Queiroz, do PDT, e Jô Cavalcanti, do mandato coletivo Juntas, do PSOL, também foram solidários com os profissionais.

 

A mobilização nacional contra os cortes do Ministério da Educação nas instituições de ensino federais, marcada para esta quarta, recebeu o apoio de deputados em Plenário. Lucas Ramos, do PSB, destacou o impacto que o bloqueio de 30% das despesas não obrigatórias das universidades federais pode ter nas instituições. “A Universidade do Vale do São Francisco ficará impedida de pagar, por exemplo, contas de fornecimento de luz, contratos firmados por meio de licitação e que devem ser honrados, como preza a boa gestão pública. De acordo com a instituição os recursos que a Universidade do Vale do São Francisco possui em caixa são suficientes para a manutenção dos serviços básicos por apenas três meses.”

 

A greve geral também recebeu o apoio da deputada Teresa Leitão, do PT. Ela fez a leitura do manifesto da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação a favor do movimento, e ressaltou que, no Recife, a concentração para o protesto vai ser no Ginásio Pernambucano, no Centro da cidade.

 

O deputado João Paulo, do PCdoB, apresentou projeto de lei para restabelecer a obrigatoriedade da disciplina de língua espanhola no ensino médio das escolas estaduais. O conteúdo se tornou optativo no ano passado, após o Governo Federal dispensá-lo da Base Nacional Comum Curricular. “Além de privar os alunos da escola pública do aprendizado de dois idiomas estrangeiros – espanhol e inglês – acabou com o emprego de centenas, se não milhares de professores.”

 

A demanda recebeu o apoio de Teresa Leitão, do PT, Antonio Fernando, do PSC, e Professor Paulo Dutra, do PSB.

 

A visita técnica realizada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico à Feira da Sulanca, em Caruaru, no Agreste Central, foi repercutida pelo deputado Delegado Erick Lessa, do PP. Ele pediu providências por parte da Prefeitura para atender aos expositores afetados pelo incêndio da última semana. “A gente vai continuar cobrando, continuar fiscalizando, mas, acima de tudo, pedir medidas estruturadores por parte do poder público municipal de Caruaru, para aquele importante instrumento que infelizmente está perdendo compradores para outros municípios, infelizmente está perdendo potencial econômico para outros estados, como o Ceará.”

 

O líder do Governo na Casa, deputado Isaltino Nascimento, do PSB, destacou a linha especial de crédito aberta para os comerciantes afetados pelo incêndio. Já Joaquim Lira, do PSD, pediu que seja criado um plano de prevenção a incêndios. Sivaldo Albino, também do PSB, disse que o momento é de reunir as forças políticas do município para solucionar o problema.

 

O aniversário de 162 anos de Caruaru, no Agreste Central, foi celebrado pelo deputado José Queiroz, do PDT. O parlamentar valorizou a riqueza cultural e a vocação econômica da cidade, além da receptividade dos caruaruenses.

 

O anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro de que o Governo Federal vai rever as Normas Regulamentadoras de segurança e de saúde do trabalho foi criticado pelo deputado Isaltino Nascimento, do PSB. O parlamentar teme um aumento no número de acidentes, amputações e mortes relacionados ao trabalho. Ele propôs a realização de uma audiência pública sobre o tema.

 

A passagem do Dia Internacional das Famílias foi celebrada por Manoel Ferreira, do PSC. O parlamentar afirmou que a data, estabelecida pela Organização das Nações Unidas, relembra que a família é o principal núcleo da sociedade e a base de toda a nossa organização.

 

Os 116 anos de emancipação política de Ouricuri, no Sertão do Araripe, foram comemorados pelo deputado Antonio Fernando, do PSC. Ele destacou a vocação econômica da cidade e reafirmou o compromisso em trabalhar pelo desenvolvimento do município.

 

Rádio Alepe

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.