Aconteceu hoje em Santa Maria da Boa Vista a Conferencia Regional de Assistência Social dos Sertões do Araripe e São Francisco

10/09/2019 - Postado por Eugênio Menezes 14

Shirley Samico, conselheira CEAS, abriu a Conferência Regional de Assistência Social dos Sertões do Araripe e do São Francisco, em Santa Maria da Boa Vista, destacando que o Sistema Único de Assistência Social é fruto de uma conferência, ou seja, resultado do trabalho em conjunto da sociedade civil e governo. “Vamos ser, sempre, contra ações que ameacem o controle social, como, por exemplo, o Decreto Nº 9.759/2019 que propõe a extinguir os órgãos colegiados (apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro, o documento foi suspenso pelo Supremo Tribunal Federal)”.

Representado CEAS e a SDSCJ, Samico ressaltou: “Não acreditamos em legitimidade da política social sem participação. É necessário rediscutir algo que já tínhamos avançado como a concepção do direito em detrimento da caridade”.

Ao lado da conselheira, o secretário de Assistência Social do Município, Hubesh Jericó, a presidente do CMAS de Santa Maria da Boa Vista, Tayanne Tamara, representantes do COEGEMAS, Maria Luiza Brito, dos Usuários, Cícera Ferreira da Silva e dos Trabalhadores, Sara de Cássia do Nascimento. Cícera reafirmou a importância do SUAS na vida das pessoas em situação de vulnerabilidade, afirmando que, para ela, o acesso aos serviços têm mudado sua realidade. “Estou muito feliz pela participação do usuário, pois sei da contribuição dos trabalhadores, que estão focados em trabalhar seu empoderamento”, disse Sara, antes de destacar: “Os usuários são as vozes que nos contam sobre as desigualdades. Eles são fundamentais”.

A programação seguiu com palestra magna ministrada por Brígida Taffarel com base no tema da Conferência Estadual de Assistência Social, Assistência Social: Direito do povo, com financiamento público com financiamento público. A apresentação se estendeu no debate segmentado nos eixos concentrados no tema. A facilitadora expôs argumentos baseados em fatos do cenário atual, regionalizando a discussão, que contou com participação do público. No encerramento, depois do processo de escolha, o anúncio dos representantes dos 11 Municípios participantes.

Da equipe CEAS, Ana Paula Viana e Simone Campos, contaram com o apoio da Secretária-executiva de Assistência Social, presente durante todo o evento. Para finalizar, Shirley deixou a mensagem de Mariguela: “Quero ser apenas um entre os milhões de brasileiros(as) que resistem”.

Fonte: Didi Galvão

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.