Resumo do Plenário da Alepe: Programa de Escolas Cívico-Militares gera debate em plenário

11/09/2019 - Postado por Eugênio Menezes 7

A implantação do modelo de escola cívico-militar no Brasil, anunciada na semana passada pelo Governo Federal, gerou debate na reunião plenária da Assembleia Legislativa dessa terça. O deputado Joel da Harpa, do PP, comemorou a iniciativa, afirmando que a medida representa a ordem em meio ao caos: “Afinal, drogas, armas brancas, passinhos, excesso de erotização e baixa aprendizagem são o prato do dia a dia das escolas de regiões mais vulneráveis do nosso país.” Joel da Harpa acrescentou que as escolas militares são consideradas verdadeiras “ilhas de excelência” na educação pública brasileira.

 

Teresa Leitão, do PT, reagiu com indignação à defesa do programa federal, feita pelo deputado Joel da Harpa, e pediu respeito aos profissionais da rede pública: “Não venha chamar as escolas civis de caos! Caos, deputado, não é passinho não. Caos não é passinho não. Caos são milhões de analfabetos. Caos é a pobreza aumentando no País. Caos é a fome!”.

 

O pedido de despejo movido pelo Incra relativo ao Centro de Formação Paulo Freire, mantido pelo MST em Caruaru, no Agreste Central, pautou vários discursos. O líder da Oposição na Alepe, Marco Aurelio Meu Amigo, do PRTB, leu nota oficial da Superintendência Regional do Incra sobre o caso: “Vem esclarecer que a reintegração de posse de cerca de 15 hectares do Assentamento Normandia, foi uma ação ajuizada em 30 de junho de 2008. Tal ação foi instituída porque houve, naquela área, que é de domínio coletivo dos assentados, construções sem a anuência do Instituto.”

 

Marco Aurélio Meu Amigo citou, ainda, trecho da nota informando que, cumprida a ordem judicial de despejo, o Incra deve regularizar a área para beneficiar todos os assentados.

 

O deputado Doriel Barros, do PT, ressaltou que os moradores da localidade estão surpresos com a medida do Instituto: “A questão que nós estamos atribuindo nesse momento é porque foi feito um pedido agora recente, porque já tinha sido arquivado. Porque foi comprovado que o Centro é algo importante para o que se pretende com a reforma agrária.”

 

João Paulo, do PCdoB, e Jô Cavalcanti, do mandato coletivo Juntas, do PSOL, também criticaram a ação do Incra, apontando a criminalização dos movimentos sociais.

 

Aglailson Victor, do PSB, criticou a atuação da Secretaria Estadual de Turismo. Segundo o parlamentar, eventos em Exu, no Sertão do Araripe, e em Custódia, no Moxotó, foram prejudicados por falta de verbas. “Como, por exemplo, no último dia 21 de julho, dez dias antes da festa que homenagearia os 30 anos de saudade de Luiz Gonzaga, ocorreu em Nazaré do Pico, um distrito de Floresta, a décima nona Missa do Vaqueiro, que contou com bandas de nomes nacionais, como César Menotti, deixando ainda mais claro a forma de como o secretário vem usando a Secretaria para se promover.”

 

Simone Santana, do PSB, fez apelo ao Grande Recife Consórcio de Transportes para que exija da Expresso Vera Cruz a melhoria da qualidade do serviço aos usuários. Uma das linhas de ônibus da empresa é utilizada por turistas que saem do Recife em direção às praias do Litoral Sul, como Porto de Galinhas.

 

Teresa Leitão, do PT, registrou o desempenho da Universidade Federal de Pernambuco em levantamento das instituições públicas de ensino que produzem 60% da ciência brasileira, divulgado pelo Jornal da Universidade de São Paulo.

 

João Paulo Costa, do Avante, sugeriu a realização de Audiência Pública para discutir a medida do Governo Federal que elevou a cota de importação de etanol, livre de impostos. Segundo o deputado, a iniciativa representa uma renúncia fiscal em torno de 270 milhões de reais para o Brasil.

 

Fonte: Radio Alepe

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.