Petrolina: Homem que atirou em secretário agiu como amador e profissional, afirma polícia civil

19/12/2019 - Postado por Eugênio Menezes 11

O delegado Gregório Ferreira, responsável pelo caso José Carlos Alves, secretário executivo da AMMPLA em Petrolina, que sofreu atentado no dia 11 de dezembro, disse em coletiva de imprensa, que o atirador Wellington Pereira dos Santos, foi amador e ao mesmo tempo agiu como um profissional ao praticar a tentativa de homicídio.

“Ele mesclou amadorismo com profissionalismo, em algumas situações de profissional, o suspeito usou um supressor, organizou a fuga muito bem, apesar de deixar vestígios como camisa e uma touca, passou a noite na frente da residência da vítima, chegando às 22h, passando mais de 8h debaixo de uma árvore, sentado aos materiais de construções do terreno e teria chegado dois minutos depois que a vítima chegou e guardou o carro na garagem, isso na noite anterior a tentativa”, disse o delegado.

Ainda de acordo com informações da polícia civil, a intenção do suspeito era atirar em José Carlos Alves, na chegada dele em casa na noite anterior.

Via Blog do Edenevaldo Alves

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.