Cronograma de entrega da Sputnik V será apresentado na próxima semana, diz Consórcio Nordeste

16/06/2021 - Postado por Eugênio Menezes 12

O cronograma de entrega da vacina russa contra a Covid-19 Sputnik V será apresentado na próxima semana, segundo divulgou o coordenador da Temática da Estratégia da Vacina do Consórcio Nordeste e governador do Piauí, Wellington Dias, nessa terça-feira (15).

As primeiras doses acertadas em contrato deverão chegar ao Brasil no início de julho, de acordo com o governador do Ceará, Camilo Santana.

Governadores do Nordeste se reuniram na terça com representantes do Fundo Soberano Russo para tratar dos detalhes do envio das doses da Sputnik V.

Na agenda, ficou acordado que iremos manter o contrato de trinta e sete milhões de doses. A partir da próxima semana iremos apresentar um cronograma”, disse Wellington Dias.

No início de junho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação excepcional de doses da Sputnik V para seis estados do Nordeste, incluindo Pernambuco. Nesta quarta-feira (16), a agência liberou sete estados para a importação de mais doses.

As restrições impostas pela Anvisa para importação da vacina russa não permitem a vinda das 37 milhões de doses fechadas em contrato com o Consórcio Nordeste num primeiro momento.

Cada estado receberá uma quantidade suficiente para duas doses de 1% da população e só poderá aplicar em adultos de 18 a 60 anos de idade ainda não vacinados e sem comorbidades. Todos os lotes dos imunizantes importados somente poderão ser destinados ao uso após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

Pernambuco, por exemplo, deverá receber 192 mil doses da vacina. O estado da Bahia foi autorizado a importar 300 mil doses; o Maranhão, 141 mil doses; Sergipe, 46 mil doses; o Ceará, 183 mil doses; e o Piauí, 66 mil doses.

O lado bom é todo o empenho por parte do Fundo Soberano Russo em colaborar com o Brasil na compra dessa vacina. Um imunizante que tem resultados positivos em outros países. Portanto muito importante para salvar vidas em nosso país”, acrescentou o governador do Piauí.

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.