Em 1998 Jarbas disse que não é a polícia que tem que ter medo de bandidos e sim bandidos ter respeito pela polícia

17/09/2023 - Postado por Eugênio Menezes 158

A campanha de Jarbas Vasconcelos para o Governo de Pernambuco em 1998, teve como principal foco dar aos pernambucanos esperança de uma segurança para todos. Tendo em vista que no então governo de Miguel Arraes, Pernambuco vivia assombrado por falta de uma política de segurança pública. A greve de julho de 1997 deixou sequelas inesquecíveis, com o terror tomando conta das ruas das principais cidades do Estado.

Não foi difícil para os pernambucanos fazerem a escolha entre o então Governador Miguel Arraes e Jarbas Vasconcelos, um apresentava uma política de segurança pública com aspecto de fracassada, já o outro chegava as ruas pregando combate a criminalidade. Cabrobó era uma da cidade do Sertão onde a população estava acuada, Jarbas chegou em praça pública e tranquilizou à todos. “Não vamos permitir que bandidos tomem conta do Estado, eles [bandidos] têm que ter respeito pela Polícia Militar de Pernambuco”, disse Jarbas, sendo ovacionado.

A segurança pública do Estado de Pernambuco, ainda não é a que todos os pernambucanos esperam. No entanto, quando você olha para o retrovisor e alcança os anos de 1997 era bem pior. O Sertão era visto pelo governo de Miguel Arraes, apenas como castigo para os oficiais que não estavam de acordo com suas vontades. Jarbas disse que iria valorizar os profissionais da segurança pública, exigindo deles garantia de bons serviços para atender as expectativas de todos os pernambucanos. Jarbas ganhou ainda mais o respeito de todos, tendo a absoluta confiança para derrotar nas urnas o então governador Miguel Arraes.

O modelo de segurança pública adotado pelo então governador Jarbas Vasconcelos (1999/2006), foi sequenciado pelo governador Eduardo Campos com o Pacto Pela Vida. Em 2014 o então senador da República Armando Monteiro, na condição de candidato ao Governo de Pernambuco disse que o Pacto já deveria ser repactuado. Monteiro respondeu a uma pergunta desse blogueiro em coletiva de imprensa à AblogPE, ele foi enfático ao dizer que era preciso refazer o modelo de segurança pública do Estado. Ao mesmo tempo Dr. Armando dizia: “Com a segurança do povo ninguém brinca, nem devemos com ela fazer política”.

Fatos isolados não podem ser vistos como algo comprometedor para a segurança do Estado, no entanto, nos remete a uma reflexão para promovermos as mudanças necessárias.

Pernambuco acredita que a governadora Raquel Lyra fará de tudo para garantir mais segurança à todos, assim como aconteceu com Jarbas Vasconcelos em 1999 e com Eduardo Campos e 2007. Jarbas e Eduardo comungavam dos mesmos pensamentos, com a segurança do povo não se brinca e nem faz política. Cabe ao governante tomar decisões com sabedoria e serenidade, assim como aos políticos comentarem apenas o necessário.

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.