Codevasf promove cursos de boas práticas de manipulação do mel

10/06/2024 - Postado por Eugênio Menezes 19

Para estimular a capacitação técnica dos apicultores, a Codevasf promove o curso de “Boas Práticas de Manipulação do Mel”, na Associação dos Apicultores de Mel, em Serra Talhada, sertão de Pernambuco. A formação, que acontece nos dias 11, 12, 13 e 18 de junho, com carga horária de 30h, faz parte do Projeto Amanhã. A iniciativa tem como missão levar qualificação técnica para cidades atendidas pela Companhia. Com datas a definir, Floresta e Carnaíba estão entre os municípios que recebem o curso ministrado pela médica veterinária Illana de Souza.

 

O curso aborda toda a base legal que envolve a cadeia produtiva do mel, passando pela criação das abelhas até a comercialização do produto. Após a fase teórica, os apicultores terão a oportunidade de conhecer instalações de um entreposto de mel. No local, os participantes irão conhecer como funciona todos os equipamentos utilizados na produção do mel.

 

Segundo a facilitadora do curso de “Boas Práticas de Manipulação do Mel” a formação está atrelada ao aumento tanto na produtividade desses profissionais, quanto no lucro da comercialização do mel. “O curso é fundamental para o aumento da qualidade e produtividade do mel e, consequentemente, o aumento da renda desses apicultores. Se o apicultor tem acesso à informação, ele produzirá com qualidade”, resume a médica veterinária Illana de Souza.

 

Para os apicultores de Serra Talhada e região, o curso funciona como um divisor de águas. Com a formação oferecida pelo Projeto Amanhã os apicultores esperam entregar um produto de qualidade ao mercado consumidor. “Solicitamos esses cursos para a gente poder cada vez mais nos qualificar. Identificamos que temos essa carência de qualificação e a Codevasf, pelo Projeto Amanhã, nos atendeu. Esperamos que a região passe a ter casas de mel certificadas com produtos que possamos oferecer ao mercado”, reforça Cícero Aldo, presidente da Associação dos Apicultores de Mel de Serra Talhada.

 

Pernambuco está entre os dez maiores produtores de mel do Brasil

O tempo seco e as altas temperaturas não impedem o sertão nordestino de ser um celeiro de oportunidades na agricultura. Entre as várias atividades, a Apicultura é uma das mais difundidas da região. Conforme o último levantamento do IBGE, em 2021 o sertão pernambucano colocou o estado entre os dez maiores produtores de mel do país. O estudo contabilizou as 1.248.005 toneladas de mel produzidas no estado.

 

Mesmo com o tempo seco e temperaturas elevadas, o sertão pernambucano é um celeiro de oportunidades para os agricultores, tendo a Apicultura como uma das atividades mais difundidas na região. E essa tradição vem com dados, uma vez que os últimos dados do IBGE referentes à Apicultura contabilizaram as 1.248.005 toneladas de mel produzidas em Pernambuco no ano de 2021. Os números colocam o estado entre os dez maiores produtores de mel do país.

 

Codevasf — A Codevasf é uma empresa pública federal vinculada ao Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR). Atua em 2.688 municípios brasileiros localizados em 16 unidades da federação. A Companhia executa políticas públicas voltadas à promoção de desenvolvimento regional com projetos nas áreas de infraestrutura, segurança hídrica, agricultura irrigada, revitalização de bacias hidrográficas e economia sustentável.

 

Assessoria de Comunicação da Codevasf

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.