Reuniões itinerantes debatem programação do FNE para 2019

14/09/2018 - Postado por Eugênio Menezes

Encontros percorrem estados da área de atuação da Sudene para planejar a aplicação dos recursos do fundo.

 

O exercício 2019 já é pauta para o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). E é com o objetivo de colher opiniões para orientar a aplicação dos recursos deste instrumento no ano que vem que a Sudene e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) estão percorrendo os estados da área de atuação da autarquia neste mês. Os encontros tiveram início no último dia 10 em Fortaleza (CE) e seguem até o dia 21, data em que Teresina (PI) receberá o evento final.

 

Para a Sudene, a participação da equipe técnica e dos gestores da autarquia nestes encontros é estratégica por ser uma oportunidade para ouvir as necessidades dos setores produtivos e entidades parceiras e, desta maneira, construir uma programação em sintonia com as necessidades da região.

 

As reuniões estaduais fazem parte de um conjunto de ações que constroem o que o Banco do Nordeste chama de “metodologia participativa”. Isso inclui a mobilização de governos, instituições de desenvolvimento regional e representantes da sociedade civil organizada para contribuírem com a elaboração da programação anual do fundo constitucional. Os debates são realizados com base nos dispositivos legais que regulam a administração dos recursos do FNE, aumentando a aderência do FNE às políticas públicas e demandas do setor produtivo.

 

Após a consolidação dos debates, o BNB vai apresentar a versão final do plano de aplicação regional do FNE ao Ministério da Integração Nacional e Sudene. Após a análise destas instituições, a programação é submetida à aprovação pelo Conselho Deliberativo da autarquia, colegiado que ratifica o documento.

 

O Banco do Nordeste estima que sejam disponibilizados R$ 23 bilhões em recursos para o FNE em 2019. Considerando o exercício atual, foram contratados, segundo a instituição, R$ 15,3 bilhões, o que corresponde a 51% do valor total previsto para 2018. Comércio e serviços (36%), pecuária (26%) e agricultura (22%) foram, até 31/08, os setores que mais demandaram recursos do fundo.

 

Saiba mais

 

Confira o calendário dos próximos eventos estaduais na tabela a seguir. Fortaleza, Natal, João Pessoa, Recife e Maceió já receberam o encontro, respectivamente, entre os dias 10 e 13 deste mês.

 

 

Assessoria de Comunicação/Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene)

Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.